Imagem de: Pantera Negra: Ryan Coogler é detido após ser confundido com ladrão

Imagem: Getty Images/Syfy

Ryan Coogler, o diretor de Pantera Negra e Creed, foi vítima de uma confusão policial na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos. Os policiais confundiram ele com um ladrão de bancos e detiveram o renomado profissional de Hollywood.

O caso aconteceu em janeiro de 2022, mas só foi exposto nesta quarta-feira (09), quando o site TMZ publicou o boletim policial.

(Fonte: Marvel/Reprodução)(Fonte: Marvel/Reprodução)Fonte:  Marvel 

A detenção policial

De acordo com os policiais, o diretor teria entrado no Bank Of America vestindo óculos escuros, um boné e uma máscara de proteção contra a Covid-19. Todos acessórios comuns de uma pessoa famosa e que se previne contra o novo coronavírus.

Na sequência, ele foi ao caixa e tentou fazer uma transação pesada, o que levantou suspeitas. Isso porque, ao invés de falar os valores que queria sacar, Coogler decidiu agir de maneira mais discreta e entregou um papel para a caixa.

No bilhete estava escrito: “Eu gostaria de sacar US$ 12 mil em dinheiro da minha conta corrente. Por favor, faça a contagem do dinheiro em outro lugar. Eu gostaria de ser discreto”. Uma atitude esquisita, mas compreensível pela fama do diretor e pelo alto valor do saque.

Entretanto, a atitude foi considerada como suspeita pela pessoa que atendeu o diretor da Marvel. Para piorar, quando ela tentou sacar o dinheiro, o aviso de alerta do banco surgiu, por conta do valor alto. Imediatamente, a mulher avisou o chefe, que decidiu por chamar a polícia.

Ao chegar no local, os policiais detiveram duas pessoas que estavam esperando por Coogler em uma SUV e detiveram o diretor na saída do banco. Segundo a polícia, Ryan Coogler e os outros dois que estavam com ele foram liberados assim que os agentes reconheceram o cineasta.

(Fonte: Loic Venance/AFP/Reprodução)(Fonte: Loic Venance/AFP/Reprodução)Fonte:  Loic Venance/AFP 

Declarações do diretor e do banco

Depois da divulgação da confusão, Ryan Coogler se pronunciou sobre em uma entrevista ao site Variety. “Essa situação nunca deveria ter acontecido. No entanto, o Bank of America trabalhou comigo e abordou o assunto para minha satisfação e seguimos em frente”, disse o diretor de Pantera Negra.

Um porta-voz do banco também deu entrevista para o site estadunidense e disse: “Lamentamos profundamente que este incidente tenha ocorrido. Isso nunca deveria ter acontecido e pedimos desculpas ao Sr. Coogler”.



Olhar Digital