Depois do fiasco de WWE 2k20, a 2k Sports refletiu, pensou e resolveu segurar a onda de lançamentos anuais do melhor jogo de wrestling do mercado. E não é que fomos surpreendidos?

Pouco mais de 2 anos, muito desenvolvimento e conversas com os verdadeiros fãs, a desenvolvedora lançou WWE 2k22, com muitas novidades, nostalgia e diversão.

O game acaba de ser lançado para Xbox Series X, PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 5 e PC, versão que tive o privilégio de testar de forma antecipada. Foram pouco mais de 15 horas de jogatina para trazer minhas primeiras impressões sobre o jogo.

Vale informar, que o ponto de partida desta análise, acredita que a 2k Sports deu uma verdadeira lição ao mercado de games. O fato da empresa ter dado dois passos para trás, antes de dar um à frente, foi saudável para a franquia, que acabou se revigorando.

Quem sabe ela possa servir de exemplo para empresas que lançam jogos esportivos anualmente?

Nostalgia

Quando você começa a dar as primeiras “passeadas” pelos menus do jogo, que por sinal são belíssimos, não tem como deixar de lado todo o universo da luta livre, principalmente quando acessar o modo Showcase.

Se você é um fã de WWE, pode ter certeza que vai se emocionar ao ter uma breve história da vida de Óscar Gutiérrez Rubio, mais conhecido por Rey Mysterio. Em Showcase, o jogador passará pelos momentos mais simbólicos da vida do lutador.

Relembrar seus maiores adversários, seus grandes títulos e principalmente os seus golpes característicos, como o 619, será sensacional. Além disso, terá a oportunidade de conferir um pouco da vida do lutador Eddie Guerrero e a emoção que foi sua homenagem pós-morte no ringue.

Se o modo Showcase encanta, imagine ter a oportunidade de reviver diferentes momentos da história, utilizando lutadores que marcaram época, como Chyna, Diesel, Batista, Beth Phoenix, Dolph Ziggler, Edge, Mr. T, Hulk Hogan entre outras dezenas de opções.

O número de lutadores é gigantesco! Agora, por mais que muitos deles estejam bem parecidos com a realidade, alguns ficaram um pouco mal feitos. O mesmo pode ser dito de algumas expressões faciais, que falaremos mais adiante.

Fator Replay

Se tem algo que o fã de WWE vai curtir são as infinitas possibilidades de jogo. É até complicado saber por onde começar, seja numa luta single player ou nas dezenas de opções de grupo e de combate. Junte tudo isso ao modo multiplayer.

Ainda temos o novo modo, chamado MyFaction. Ele lembra muito o Ultimate Team do FIFA. É aquela corrida desenfreada para abrir pacotes e deixar o seu grupo de lutadores o melhor possível.

Vale destacar que os personagens melhoram ao cumprir objetivos dentro das lutas. As famosas moedas estão presentes, como os VCs encontrados na série NBA 2k. Acredito que em dois, três meses teremos uma noção mais exata se vale a pena gastar dinheiro por fora para se dar bem no modo.

Os gamers ainda possuem outras formas de se divertir, como o MyGM. Ele até chega a ser interessante no início, fazendo com que você possa gerir um grupo feminino e masculino de lutadores. Porém, com o tempo ele perde um pouco a razão de sua existência. Vale mais a pena se divertir dentro do MyFaction ou do Universe.

E não é só isso. Outros dois modos de jogo com certeza deixarão o MyGM para trás. Um deles é o MyRISE, um dos que eu mais me diverti até agora. Ele lembra muito aqueles modos “carreira”.

Nele, você cria um lutador com a característica que bem entender e tentará ser uma estrela da luta livre, passando por todos os desafios possíveis. O mais legal de tudo é que as escolhas realmente importam e elas serão chave para o seu carisma frente ao público.

Mas fique tranquilo, uma escolha não leva vantagem sobre a outra. É apenas como o público vai te enxergar ao longo da história. Vale destacar que os enredos para o personagem masculino e feminino são diferentes.

Também temos o conhecido Modo Universo. Rapaz, que saudades que eu estava dele. Ele é um dos mais legais e tradicionais da franquia, dando muitas possibilidades de diversão. Você pode escolher o que quiser para ser feito. Pode parecer um pouco confuso para os novos jogadores.

O grande destaque é a presença de uma variação dentro dele, chamada Superstar. Nele,  os jogadores assumem o papel de uma estrela, que por meio de partidas semanais, desenvolverá rivalidades.

Tem muito mais coisa!

Já deu pra perceber que WWE 2k22 é praticamente completo, certo? É porque você não viu as possibilidades de customização presentes.

Você pode criar o personagem que bem entender, com diversas opções. E não é só isto. O jogador determina tudo que está ao seu redor, como cenário, entradas, comemorações. Até mesmo os cinturões são editáveis.

Vale dizer também que todas as customizações criadas estarão presentes em um banco de dados online multiplataforma, ou seja, podendo ser acessado por qualquer jogador, em qualquer meio.

As trilhas sonoras também estão presentes e você sabe como elas são importantes para um jogo como o WWE. Foi por isso que a empresa trouxe Colson Baker, também conhecido como Machine Gun Kelly, para ser o produtor executivo. Inclusive, ele aparecerá como personagem jogável num futuro DLC.

Aqui o bicho pega

Por mais que muitos jogadores tenham gostado da parte gráfica, eu não achei nada demais. Em certos momentos, eu acho ela bacana, mas em outros, considero um pouco forçada e robotizada.

Principalmente nos modos em que existe muita conversa entre os personagens, percebe-se como eles são feios e pouco carismáticos. A movimentação da boca é mal feita. Caso o jogador só se preocupe com a luta, aí sim ele vai curtir.

Existe uma variação bem bacana na utilização da câmera ao longo dos combates, dependendo dos combos executados. Isso trouxe muita imersão e diversão ao jogo. Pode ter certeza que é um dos pontos positivos do game.

Vale destacar também a variação de golpes, o que também acontece com cada um dos personagens. Este ponto dá vida a cada um dos combates e aumenta ainda mais o fator replay presente no jogo.

A otimização do jogo está muito boa. Cheguei a fazer alguns testes e deu para perceber que o jogo roda tranquilo em 4k e em 1080p, sem quedas de frame rate.

Já, sobre a jogabilidade, temos uma nota 5. Os comandos geralmente são responsivos. Digo isto pois ainda existem problemas na famosa tag com outros personagens e principalmente no sistema de botões.

Muitos deles não são práticos, lembrando outras edições do jogo. Lógico que isto não será um empecilho, mas que poderia ser possível uma customização para que cada jogador se adeque melhor ao estilo de jogo, seria excelente.

Inclusive, o game é muito convidativo para qualquer tipo de jogador, seja o mais casual, ou o mais hardcore. Os combos são fáceis de serem executados, uma premissa em praticamente toda a série.

Vale a pena?

WWE 2k22 chegou pra ficar. Lógico que pode ser melhorado em alguns aspectos, como eu disse nesta análise, mas de uma forma geral, o game superou minhas expectativas.

E como eu disse lá no início, que a franquia tenha mostrado para as empresas esportivas que vale a pena dar uma passo para trás e assim ganhar um respiro e melhorar o que já foi feito.

WWE 2k22 foi cedido gentilmente pela 2k Sports para a realização desta análise.



Olhar Digital