A Netflix tem um catálogo bastante vasto de opções de séries. Dentre elas, há muitas séries documentais, um gênero absolutamente fascinante e cada vez mais explorado pelas plataformas de streaming.  A verdade é que a maioria de nós ama assistir a histórias reais de pessoas e culturas diferentes da nossa.

Abaixo, preparamos uma lista com 15 indicações que estão certamente na lista das melhores séries documentais para você assistir na Netflix. 

1. High Score

Você é da geração que jogou Atari, Master System e Mega Drive? Ou quem sabe até frequentou os saudosos fliperamas para jogar nos arcades? Então esta série documental é para você: High Score. Essa obra conta, em seis episódios, a trajetória dos criadores e fabricantes pioneiros nos video games. A diversão é certa para os gamers de todas as gerações.

2. A máfia dos tigres

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

A máfia dos tigres é um sucesso na Netflix por conta da bizarrice da história. Ela mostra a vida de Joe Exotic, um homem muito excêntrico que é dono de um zoológico nos Estados Unidos.

Porém, seu “império felino” é posto em risco por Carole Baskin, uma protetora de animais cujo ativismo ameaça os seus negócios. A série documental é viciante, pois mistura um lado cômico com uma pegada policial e já está em sua segunda temporada.

3. Arremesso Final

Essa minissérie documental, produzida pela ESPN Films e distribuída pela Netflix, fala sobre a época de ouro da National Basketball Association (NBA) nos anos 1990, quando Michael Jordan, à frente do time Chicago Bulls, tornou-se o maior símbolo esportivo mundial.

A boa repercussão de Arremesso Final se deve ao fato de que a obra faz um ótimo retrato da importância do basquete na cultura popular, além de estimular o saudosismo dessa época.

4. Making a Murderer

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Making a Murderer mostra, em 10 episódios, a vida de Steven Avery, um sujeito de Wisconsin (Estados Unidos) que ficou 18 anos preso por conta de uma acusação de estupro. Porém, o caso gerou muita repercussão quando um exame de ácido desoxirribonucleico (DNA) o inocentou, e ele foi solto.

Em liberdade, Avery acaba se tornando novamente suspeito de um crime, o assassinato de uma fotógrafa. Frente a isso, novamente ele é levado ao banco dos réus. Making a Murderer passa então a tratar do funcionamento do próprio sistema judicial americano. Uma obra imperdível.

5. Conversando com um serial killer: Ted Bundy

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Essa minissérie documental em quatro episódios busca desvendar a mente de um dos mais famosos serial killers americanos: Ted Bundy (1946-1989). Ele foi um assassino que criou uma espécie de culto em torno dele. Parte do impacto de Conversando com um serial killer: Ted Bundy está no fato de que a série é montada a partir de gravações feitas com o criminoso, bem como imagens e notícias sobre a repercussão dos atos dele. No total, Bundy confessou 30 homicídios, mas acredita-se que o número tenha sido bem maior.

6. Como se tornar um tirano

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Como se tornar um tirano é, na verdade, uma investigação profunda que tenta responder a uma pergunta difícil: o que faz alguém se tornar um líder autoritário? Como pessoas desse tipo conseguem chegar ao poder? A série pesquisa essa questão a partir dos ditadores Adolf Hitler, Josef Stalin, Mao Tsé Tung e Saddam Hussein. Para completar, Como se tornar um tirano tem narração do ator Peter Dinklage, famoso por atuar como Tyrion Lannister em Game of Thrones.

7. O DNA da justiça

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Essa série foi chamada pelo crítico Brian Tallerico de “uma das melhores histórias sobre crimes reais já feitas”. Isso porque ela foge de qualquer sensacionalismo que poderia ser associado a esse gênero.

Dentro da linha de Making a Murderer, O DNA da justiça faz um retrato das falhas do sistema judicial americano, a partir do The Innocence Project, um grupo que se une para enfrentar condenações injustas e tem representantes até no Brasil.

8. Abstract: The Art of Design

A Netflix também tem espaço para séries documentais mais leves, de abordagem cultural. Nas duas temporadas disponíveis de Abstract: The Art of Design, podemos dar um passeio em diferentes áreas do Design, como design tipográfico e de brinquedos, roupas, cenografia, ilustração etc. É uma série pensada não apenas para profissionais, mas para todo mundo que tem interesse por arte.

9. Na rota do dinheiro sujo

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Onde se concentra a corrupção? Se você pensa que a resposta certa é “nos governos”, essa série ajudará a mudar a sua visão. Isso porque Na rota do dinheiro sujo foca aquilo que se chama de corrupção corporativa, ou seja, em empresas privadas — embora a corrupção pública também apareça.

São histórias envolvendo subornos, lavagem de dinheiro, cartéis, licitações viciadas e vários outros tipos de problema. É uma série perfeita para causar raiva, mas também para nos deixar mais esclarecidos.

10. Wild wild country

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Quando esta série foi lançada na Netflix, em 2018, ela chocou o mundo todo — tanto por conta da história narrada quanto pelo principal personagem envolvido. Ela mostra como, nos anos 1980, um guru indiano — o famoso Osho — formou uma comunidade religiosa chamada Rajneeshpuram no Oregon (Estados Unidos).

Por trás de um grupo reunido pela fé, Wild wild country revela a existência de uma trama marcada por brigas por poder, ganância e o ego exacerbado de seus líderes.

11. Faz de conta que NY é uma cidade

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

E que tal uma série documental sobre uma cidade? E melhor ainda: dirigida por Martin Scorsese, um dos grandes mestres do cinema moderno? Faz de conta que NY é uma cidade se propõe a fazer, pelas lentes da escritora Fran Lebowitz, um relato poético da cidade mais amada e odiada do mundo. É tão deliciosa quanto quase todos os filmes que retratam a “cidade que nunca dorme”.

12. Realidade não documentada

Produzida por Selena Gomez, Realidade não documentada é uma série dura que retrata a vida de 8 famílias de imigrantes que vivem ilegalmente nos Estados Unidos. Lançada em 2019, é uma crítica direta às políticas contra imigração mantidas pelo governo de Donald Trump.

13. A era dos dados — a ciência por trás de tudo

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Essa série documental é sobre um assunto extremamente atual: como a presença da tecnologia está interferindo em nossas vidas. A abordagem jornalística do repórter Latif Nassef, especializado em Ciências, torna os episódios de A era dos dados — a ciência por trás de tudo bastante claros e divertidos.

14.  Prescrição fatal

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Mais uma série documental sobre um tema pesado, porém importante. Prescrição fatal acompanha a jornada de um pai norte-americano contra a indústria farmacêutica depois de perder seu filho em um episódio trágico: ele foi baleado aos 22 anos em um bairro conhecido por ter tráfico de drogas.

A partir disso, esse pai (que também é um farmacêutico) começa a pesquisar a indústria de opioides nos Estados Unidos. Os ópios presentes em remédios prescritos por médicos e que são altamente viciantes.

Depois de acompanhar o aumento de venda desses medicamentos, o farmacêutico vai aos poucos desenvolvendo uma investigação corajosa sobre a crise de saúde pública representada pela comercialização dessas substâncias.

15. Rotten

(Fonte: Netflix)(Fonte: Netflix)Fonte:  Netflix 

Rotten investiga as fraudes dentro da indústria alimentícia — fatos que vão desde adulteração do mel, estratégias agressivas de empresas nesse setor, mudanças nas fórmulas de alimentos até o uso de trabalho escravo em algumas linhas de produção. Serve para “abrir nossos olhos” sobre como aquele alimento supostamente saudável que chega até nossa mesa talvez não seja tão saudável assim.



Olhar Digital