A Maserati revelou nesta quinta-feira (17) mais detalhes sobre a sua nova linha de carros esportivos elétricos, que marcará o início de um processo cujo objetivo é eletrificar todo o portfólio da marca até meados da década. Os dois primeiros modelos têm previsão de chegar às concessionárias a partir de 2023.

O Maserati GranTurismo Folgore está sendo preparado para inaugurar a linha, anunciada pela primeira vez em 2020. Conforme a montadora italiana, o cupê elétrico contará com a tecnologia powertrain, presente nos carros da Fórmula E, e usará um material bastante leve para aumentar a velocidade.

Dados divulgados pela fabricante indicam que o esportivo será alimentado por três motores, que juntos entregarão 1.200 cavalos de potência. O conjunto mecânico permitirá acelerar de 0 a 100 km/h em apenas dois segundos e alcançar velocidade máxima de 300 km/h — detalhes sobre a bateria e o carregamento ainda são mantidos em sigilo.

Maserati Folgore GranTurismo.Maserati Folgore GranTurismo.Fonte:  Maserati/Divulgação 

Também previsto para estrear no próximo ano, o Maserati Grecale é um SUV elétrico que será “uma referência em termos de alcance, desempenho, aceleração, tempo de carregamento e velocidade máxima”, de acordo com o chefe global de planejamento de produtos da empresa Francesco Tonon. Novas informações do utilitário esportivo devem ser apresentadas em breve.

Somente carros elétricos a partir de 2030

A nova linha de carros 100% elétricos Maserati Folgore contará ainda com o superesportivo MC20 Spyder, o sedã Quattroporte, que terá tecnologia de condução autônoma, e o SUV Levante. Com isso, a montadora pretende atender a todos os segmentos do mercado nos quais atua.

Dando sequência à sua estratégia, a fabricante italiana de carros de luxo quer ter todos os seus modelos comercializados com motores movidos a energia elétrica até 2025. Neste momento, os motores a combustão devem começar a ser abandonados, com a montadora vendendo somente veículos elétricos a partir de 2030.



Olhar Digital