Nascida no estado americano de Nova Jersey, Kirsten Caroline Dunst começou a atuar desde muito cedo, integrando o elenco de produções renomadas logo no início de sua carreira, como Contos de Nova York (1989), de Woody Allen, e ainda Entrevista com o Vampiro (1994), Adoráveis Mulheres (1996) e Jumanji (1995).

Com reconhecimento na indústria, a atriz foi convidada para diversos projetos interessantes, vivendo personagens marcantes que ficaram na memória dos fãs de cinema. Abaixo, você confere uma lista com alguns dos seus melhores filmes. Aproveite!

Ataque dos Cães (2021)

(Netflix/Reprodução)(Netflix/Reprodução)Fonte:  Netflix 

Lançado no final de 2021 pela Netflix, Ataque dos Cães (The Power of the Dog, no original) é um drama cheio de cenas intensas e personagens bem construídos. Dirigido pela cineasta Jane Campion, na trama, Dunst vive Rose Gordon, uma viúva que é proprietária de um restaurante. Ela é mãe de Peter (Kodi Smit-McPhee), que se torna alvo de zombaria por parte de Phil Burbank (Benedict Cumberbatch).

No entanto, em determinado ponto da narrativa, George Burbank (Jesse Plemons), o irmão de Phil, decide se casar com ela, gerando grande desconforto na família. Talvez esse seja um dos papéis mais desafiadores da atriz, rendendo, inclusive, uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante neste ano.

Maria Antonieta (2007)

(Columbia Pictures/Reprodução)(Columbia Pictures/Reprodução)Fonte:  Columbia Pictures 

Kirsten Dunst coleciona diversos papéis em filmes dirigidos por Sofia Coppola. Um deles é o de Maria Antonieta, uma figura histórica repleta de nuances interessantes. Na produção, os espectadores acompanham a trajetória da arquiduquesa desde os seus primeiros anos, quando precisou mudar de seu país natal, no caso, a Áustria, para a França e se casar com o príncipe Luis XVI (Jason Schwartzman).

Aos poucos, é também possível assistir o desenvolvimento da personagem durante a Revolução Russa. Todo o requinte do Palácio de Versailles não fica de fora do longa-metragem.

O Estranho que Nós Amamos (2017)

(Focus Features/Reprodução)(Focus Features/Reprodução)Fonte:  Focus Features 

Em uma nova parceria com Sofia Coppola, neste filme, Dunst vive Edwina Dabney, papel que coube anteriormente à Elizabeth Hartman, em 1971, quando a primeira versão da história foi levada aos cinemas. Consistindo em um drama de guerra com grande elenco, incluindo estrelas como Elle Fanning, Colin Farrell e Nicole Kidman, o roteiro explora um internato para mulheres que serve de abrigo para um soldado da União.

Quando chega ao local, John McBurney está muito ferido. No entanto, durante seu processo de recuperação acaba se afeiçoando por algumas das mulheres da região.

As Virgens Suicidas (1999)

(Paramount Pictures/Reprodução)(Paramount Pictures/Reprodução)Fonte:  Paramount Pictures 

As cinco filhas do casal Lisbon viveriam tranquilamente em uma cidade no subúrbio norte-americano durante os anos 1970, se não fosse pela repressão sofrida dentro de casa com regras muito rígidas a serem seguidas. Tudo isso porque as meninas são sempre alvos de olhares e investidas de inúmeros garotos da região.

Obviamente, essas questões culminam em tentativas de suicídio de todas elas, tendo em vista que não poderiam viver sua juventude da forma que gostariam. Isso inclui Lux (Kirsten Dunst), que se envolve com Trip Fontaine (Josh Hartnett) de um jeito catastrófico.

Tudo acontece em Elizabethtown (2005)

(Paramount Pictures/Reprodução)(Paramount Pictures/Reprodução)Fonte:  Paramount Pictures 

Disponível para ser assistido no Globoplay, nesta comédia romântica, há muitos encontros e desencontros. Depois de lidar com o fracasso de um de seus projetos dentro da empresa em que trabalha, Drew (Orlando Bloom) é informado de que seu pai faleceu.

A caminho de Elizabethtown, no estado americano de Kentucky, cidade onde ocorrerá o enterro, ele conhece Claire (Kirsten Dunst) e se apaixona perdidamente por ela. O elenco ainda conta com as participações de Susan Sarandon e Alec Baldwin.

Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)

(Focus Features/Reprodução)(Focus Features/Reprodução)Fonte:  Focus Features 

Embora não seja a protagonista deste longa-metragem, Dunst também está presente na narrativa, interpretando Mary Svevo. Com roteiro de Charlie Kaufman, a produção explora uma técnica terapêutica experimental, na qual os pacientes podem apagar suas memórias mais obscuras.

Contudo, as escolhas realizadas durante o processo podem impactar na eficácia do procedimento e render complicações irreversíveis. Considerado por muitos como um dos filmes mais interessantes do século 21, a produção recebeu inúmeros prêmios nos anos posteriores ao seu lançamento original.

Melancolia (2011)

(Nordisk Film/Reprodução)(Nordisk Film/Reprodução)Fonte:  Nordisk Film 

Para fechar a lista, é preciso falar do projeto que rendeu uma Palma de Ouro de Melhor Atuação Feminina no prestigiado Festival de Cannes à atriz. Melancolia, dirigido pelo polêmico cineasta dinamarquês Lars von Trier, aborda duas histórias repletas de incertezas. A trama de duas irmãs se contrasta ferozmente depois do casamento de Justine (Dunst), que parece não conseguir mais buscar por sua felicidade.

Enquanto esta enfrenta uma depressão profunda, Claire (Charlotte Gainsbourg), a outra irmã, se preocupa com os estudos de seu marido astrônomo e a descoberta dele sobre a chegada do cometa Melancolia, passando a viver em função de Justine e ao mesmo tempo com muito medo da iminência da morte.

Gostou da lista? Qual desses filmes é o seu favorito?



Olhar Digital