Lançado em 1997, o filme Até o Limite da Honra (G.I. Jane, no original), voltou aos holofotes na noite do último domingo (27). Isso porque uma ‘piada’ feita pelo comediante Chris Rock durante o Oscar 2022 resultou em uma cena inusitada.

Em sua apresentação na cerimônia, Rock insinuou que a atriz Jada Pinkett-Smith poderia protagonizar o próximo G.I Jane, longa protagonizado por Demi Moore, que no filme, tem o cabelo raspado. A ironia da piada é que Jada é careca, condição causada pela doença alopecia — que causa perda de cabelo.

No momento, a atriz demonstrou desconforto com a piada e segundos depois, o marido Will Smith subiu ao palco para dar um tapa no apresentador. Ao voltar para o seu lugar na plateia, o ator gritou: “Deixe o nome da minha mulher fora da p**** da sua boca”.

Mas afinal, do que trata o filme?

História de G.I. Jane

Dirigido por Ridley Scott, “o filme acompanha a Marinha Americana, que dá início a um programa de integração de mulheres aos seus serviços, em resposta à pressão política da senadora Lillian DeHaven.

O programa começa com uma única candidata, a tenente Jordan O’Neil, escolhida especificamente devido à sua feminilidade. Jordan passa a fazer parte de um treinamento severo sob o comando de John James Urgayle, que pressiona a novata até que ela ganhe o respeito do superior com sua determinação”, diz a sinopse oficial.



TecMundo