Após ser vítima de um dos maiores roubos de criptomoedas já registrados, a desenvolvedora vietnamita Sky Mavis passou por uma nova rodada de investimentos. A empresa é a responsável pelo fenômeno Axie Infinity.

Ao todo, foram levantados US$ 150 milhões pela companhia — cerca de R$ 705 milhões em conversão direta de moeda. O valor será destinado principalmente para reembolsar as vítimas da invasão, registrada no final de março deste ano, que teria envolvido até US$ 625 milhões. A marca garante que vai conseguir devolver todo o valor aos usuários prejudicados.

Entre as participantes da rodada de investimentos estão fundos de capital privado e a Binance, uma corretora de criptomoedas. A companhia também vai auxiliar a Sky Mavis ao permitir depósitos e saques aos usuários do jogo baseado em blockchain, que é um dos mais populares do setor.

Relembre o caso

A invasão contra as carteiras virtuais da Sky Mavis ocorreu a partir de uma exploração dos validadores utilizados pela Ronin, uma plataforma intermediária que servia como ponte para garantir as transações realizadas no Axie Infinity.

A rede ainda vai ficar algumas semanas fora do ar, até que as investigações terminem e o serviço receba atualizações de segurança. Por enquanto, os responsáveis não foram identificados e o valor não foi recuperado, embora esteja em monitoramento pelas autoridades.



TecMundo