Imagem de: Bridgerton: 6 diferenças entre os livros e a série da Netflix

Imagem: Netflix/Divulgação

No final de março estreou a segunda temporada de Bridgerton, que rapidamente chegou ao top 1 da Netflix. Desta vez, a nova leva de episódios acompanha Anthony, o irmão mais velho de Daphne, em sua missão para encontrar uma noiva.

Como já era esperado, os fãs dos livros — Os Bridgertons, de Julia Quinn — que inspiram a série se decepcionaram com as mudanças vistas na adaptação. Mas afinal, quais são as principais diferenças entre os livros e a série Bridgerton? Confira:

6. Diamante da temporada

Na série, Daphne é considerada o diamante da temporada pela Rainha Charlotte logo em sua primeira apresentação à sociedade. Nos livros, por outro lado, a personagem não é considerada “tudo isso”, já que está em sua segunda temporada à procura de um marido. Além disso, a maioria dos homens em Londres não consideram casar com ela, por a considerarem apenas uma amiga.

Divulgação/NetflixDivulgação/Netflix

5. Novos personagens

Na série, são adicionados personagens que não são vistos nos livros, como Rainha Charlotte, Príncipe Friedrich, a modista Genevieve Delacroix e a cantora de ópera Siena Russo.

A última, inclusive, é citada rapidamente no segundo volume O Visconde que me Amava, como Maria Russo, uma soprano que faz ciúmes em Kate, futura esposa de Anthony. Na série, a personagem tem um papel importante no desenvolvimento do irmão mais velho de Daphne.

4. Daphne e Duque Simon

A dinâmica entre o casal principal da primeira temporada é um pouco diferente dos livros. Diferente da produção da Netflix, Anthony não é superprotetor com Daphne. Ele até mesmo ajuda a estratégia da irmã com o Duque de Hastings sob a condição de que eles não passem muito tempo sozinhos.

Além disso, o casal se conhece logo após Daphne dar um soco em Nigel Berbrooke. Ao se deparar com a cena, Simon vai até lá ajudá-la. Na série, os dois se veem pela primeira vez ao se esbarrarem acidentalmente em um baile.

3. Nada de triângulo amoroso

Ao longo da segunda temporada, Edwina, Anthony e Kate vivem uma espécie de triângulo amoroso, sendo que a irmã mais nova dos Sharma só percebe que o casal está apaixonado durante os votos de casamento.

Nos livros, porém, Edwina não chega a ter uma relação profunda com Anthony, muito menos a discutir com Kate pelo visconde. Além disso, Edwina não tem 17 anos na série, como é mostrado no livro.

Netflix/DivulgaçãoNetflix/Divulgação

2. Lady Whistledown descoberta

Na saga literária, a identidade de Lady Whistledown (Penelope Featherington) é revelada apenas no quarto volume, enquanto na série a revelação acontece no último episódio da primeira temporada.

1. Picada de abelha

Tanto no livro quanto na adaptação, Kate é picada por uma abelha ao lado de Anthony. Em ambas as produções, o personagem se desespera — já que o pai morreu ao ser picado pelo inseto anos antes.

Na série, Kate o tranquiliza, enquanto os dois têm seu primeiro momento íntimo. Já na obra de Julia Quinn, o visconde, traumatizado, tenta sugar o veneno da picada com a própria boca. Os dois são flagrados e precisam se casar para não comprometer a honra um do outro — atitude comum na época.

O que você achou da segunda temporada de Bridgerton? Conta nos comentários!



TecMundo