A Amazon não permite mais a realização de compras digitais em seus apps disponíveis na Play Store, mudança que afeta serviços como a aquisição de livros digitais para o Kindle, por exemplo. A medida foi motivada pela nova política de cobrança do Google, que exigirá o uso da ferramenta de pagamentos da empresa em todos os aplicativos Android a partir de 1º de junho.

De acordo com a BBC, a remoção das compras digitais nos apps da gigante varejista para Android objetiva evitar a taxa de 30% para transações do tipo. A companhia de Mountain View obrigará todas as empresas com faturamento anual superior a US$ 1 milhão a utilizarem o seu método de pagamento na Play Store, implicando na cobrança da tarifa.

Se o usuário tentar adquirir um e-book no app da Amazon no Android não verá mais o botão “comprar”. Em vez disso, visualizará a opção “Por que não consigo comprar pelo app?”, que ao ser pressionada mostra explicações sobre a mudança relacionada às novas políticas da loja de apps.

O app da Amazon já recomenda ao usuário que finalize a compra do e-book no site.O app da Amazon já recomenda ao usuário que finalize a compra do e-book no site.Fonte:  André Dias/TecMundo 

Essa medida também afeta as compras de músicas digitais no Amazon Music, de audiolivros na Audible e de filmes e séries no Amazon Prime Video. Caminho semelhante já havia sido adotado pela companhia em seus apps para iOS, por conta da taxa da App Store.

Compras digitais podem ser feitas pelo site

A partir de agora, os usuários interessados em adquirir as versões digitais de livros, músicas, filmes e séries nos serviços da Amazon precisam finalizar a transação fora do aplicativo para Android. Basta acessar o site do e-commerce em qualquer navegador, no próprio celular ou computador.

Vale destacar que as compras de produtos físicos não foram afetadas pela medida, podendo ser realizadas normalmente dentro do app.



Olhar Digital