Não faz muito tempo, os brasileiros que queriam ter acesso às inovações tecnológicas mais avançadas precisavam ter muito dinheiro para poder viajar e comprá-las ou ter paciência para esperá-las chegarem ao Brasil. Em muitos casos, era preciso ter ambas as coisas, já que os produtos, quando chegavam, tinham preços exorbitantes.

Esse cenário vem mudando consideravelmente nos últimos anos não somente na quantidade de novidades que chegam até o consumidor brasileiro, mas também na agilidade com que isso ocorre.

O mercado de smartphones talvez seja um dos melhores exemplos neste sentido. O Brasil tornou-se um dos maiores mercados globais, com mais de 240 milhões de dispositivos em 2021, segundo a 32ª Pesquisa Anual do Uso de TI nas Empresas, realizada elo Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGVcia). Temos, portanto, mais de um smartphone por habitante. Os fabricantes de eletrônicos de alta tecnologia, portanto, têm um papel fundamental na democratização do acesso aos smartphones de alta tecnologia no país, ampliando o portfólio com opções que atendem a perfis variados de consumidores, tanto em relação ao preço quando em suas características.

Mas não basta apenas ter uma grande oferta de modelos. Democratizar significa, principalmente, dar acesso à maior parte da população às inovações que têm transformado a vida das pessoas globalmente. Olhando para os últimos anos, podemos dividir essa estratégia em dois movimentos principais. O primeiro está na estratégia de trazer recursos antes encontrados exclusivamente em smartphones premium para modelos mais acessíveis. O segundo movimento, acelerado no ano passado, está na entrega de todos os benefícios da conexão 5G para o maior número possível de brasileiros.

Galaxy S21, iPhone 11 ProSmartphones compatíveis com a tecnologia 5G têm recebido lançamentos mais frequentes no Brasil.

Ao longo dos últimos anos, de forma cada vez mais consistente, os recursos de smartphones premium estão se transferindo cada vez mais rapidamente para dispositivos de linhas de entrada e intermediárias. Dentro do nosso portfólio, por exemplo, oferecemos produtos intermediários com um processador potente, bateria que dura até dois dias e até benefícios inovadores da câmera, como modo noturno e estabilização, para imagens mais suaves e com menos vibrações.

Outra preocupação é com o retorno sobre o valor investido em seus dispositivos. Exemplos de ampliação das atualizações do sistema operacional por até quatro gerações dão a segurança necessária àqueles que compram um smartphone, de que terão um dispositivo com suporte prolongado.

Falar em democratização do acesso à inovação passa necessariamente por definir estratégias de ampliação do acesso a 5G, considerado o próximo grande salto tecnológico do país. Sabemos que essas novas redes de internet estão começando a revolucionar áreas tão abrangentes quanto infraestrutura, saúde e educação, e é na “palma da mão” que ela tem a capacidade de transformar tarefas do nosso dia a dia.

Por isso, temos trabalhado para oferecer um portfólio de dispositivos 5G cada vez maior no mercado brasileiro, com modelos de smartphone em diferentes faixas de preço e que atendem a uma variedade de necessidades e estilos de vida de consumidores. Assim, a tecnologia 5G abrirá um mundo de possibilidades para os consumidores locais, porque com ela será possível obter conexões mais rápidas e estáveis, a conexão ininterrupta de múltiplos dispositivos e a utilização de serviços mais complexos, que exigem dados de alta velocidade.

5G velocidadeTestes de velocidade com o 5G indicam altas taxas de conexão.

Também devemos entender a necessidade de oferecer novas tecnologias para mais consumidores. Desde o início da pandemia, a tecnologia encontrada em dispositivos móveis se fez mais presente na vida dos consumidores — de videochamadas mais longas e frequentes ao consumo de conteúdo de entretenimento e ao uso de seus smartphones no trabalho e nos estudos.

Essa é a importância e o impacto positivo que a democratização de tecnologias mais recentes às pessoas é capaz de trazer. É um movimento estratégico, capaz de expandir o acesso a estas inovações, para que cheguem às mãos de cada vez mais consumidores de todo o Brasil.

***
Alexandre Magno
é diretor sênior de produto e business intelligence da Samsung Brasil.



TecMundo