Lançado mundialmente em 2020, Jujutsu Kaisen conquistou uma legião de fãs em pouco tempo de tela e tornou-se um símbolo do shonen moderno, competindo diretamente com as maiores animes da categoria.

Com personagens carismáticos, cenas de ação de tirar o fôlego, reviravoltas pontuais e uma história original cheia de aspectos únicos, o projeto da Mappa obteve diversas premiações e segue como um dos animes mais bem avaliados das últimas temporadas.

Confira abaixo sete razões para assistir Jujutsu Kaisen, um dos animes mais cultuados da atualidade!

7. Yuji Itadori é um protagonista comum e super carismático

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Ser humano com super capacidades atléticas, Yuji Itadori se destaca por ser um personagem carismático e de fácil identificação com o público. Desde o primeiro momento, o herói é revelado como alguém dedicado e amigo, tendo como características sua personalidade forte, mente aberta e incrível capacidade de querer solucionar problemas.

Porém, diferentemente de outros shonen, Jujutsu Kaisen não apela para uma “síndrome do protagonismo”. Isso porque a energia amaldiçoada controlada por Itadori serve apenas como um catalisador para seus atributos pessoais. Assim, à medida que mais inimigos vão aparecendo e Yuji fortalece laços com colegas e professores — e com o próprio Sukuna —, seus dons se expandem naturalmente, mas sem abandonar sua alma “comum”.

6. Satoru Gojo é um baita personagem

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Gege Akutami, criador de Jujutsu Kaisen, já havia escrito no mangá: “Quando Satoru Gojo nasceu, o equilíbrio do mundo foi alterado”. O professor da escola Jujutsu é a encarnação de um ser supremo no qual todas as características de poder e personalidade encontram-se perfeitamente balanceadas.

O feiticeiro possui uma estética única e intimidadora, combinando com momentos de descontração ao lado de seus estudantes — especialmente de Itadori — e cenas de batalha minimamente de explodir mentes. Gojo rouba a cena em praticamente todos os momentos, mas não esconde a ação brutal envolvendo outros personagens.

5. Energia amaldiçoada como elemento primordial

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Esqueça chakra, ki ou qualquer similaridade. Em Jujutsu Kaisen, a principal fonte de poder tem uma origem muito mais sombria e contextualizada, dando força para a trama e desenvolvimento dos personagens.

A energia amaldiçoada é formada a partir do acúmulo de energia negativa de humanos e se concentra em locais onde há maior probabilidade de ocorrer medo, raiva, tristeza, rancor, morte e sensações ruins — como hospitais e escolas.

Para controlá-la, é necessário um extenso treinamento, e sua manipulação pode resultar em feitiços poderosos, ampliados a partir da própria força interna no usuário. Em contrapartida, áreas onde há forte presença de energia amaldiçoada tendem a criar poderosas maldições, que se alimentam das emoções negativas e se fortalecem através de uma relação de parasitismo.

4. Nobara e Maki: o verdadeiro girl power

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Jujutsu Kaisen é cheio de personagens badass, mas talvez os que melhor expressem essa personalidade são Maki Zenin e Nobara Kugisaki. A dupla de garotas protagoniza cenas de ação com muitas reviravoltas e é responsável por “explodir mentes” com suas técnicas, esbanjando confiança e determinação a todo instante.

Com histórias e particularidades completamente contrastantes, as feiticeiras Jujutsu nunca se escondem e estão sempre na linha de frente dos combates. Enquanto Maki utiliza ferramentas amaldiçoadas e habilidades ímpares em lutas com armas, Nobara concentra energia para ativar a Ressonância, um poderoso golpe que linka uma boneca de palha à maldição para atacar inimigos a qualquer distância.

3. Ritmo e ação incomparáveis

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Jujutsu Kaisen não se apega aos shonen tradicionais e evita concentrar seus esforços em poucos personagens. No anime da Mappa, todos os aliados e vilões são poderosos e têm seus momentos de destaque, atuando em cenas empolgantes que o espectador não deseja que acabem.

Além disso, sua trama é bem equilibrada e combina sutilmente drama, comédia, horror e pancadaria, apresentando arcos bem fechados e evitando explicações que não fazem sentido para o contexto exibido.

No anime, tudo é perfeitamente encaixado e a narrativa flui naturalmente, sem desgastar demais os fãs com muitas explicações ou subestimá-los ao recuperar conteúdos reaproveitados.

2. Animação de tirar o chapéu

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

Os visuais de Jujutsu Kaisen impressionam. Além do destaque fotográfico, com cada imagem capturando sensações, atmosferas e outros detalhes, a animação é bastante fluida e todos os momentos das cenas de ação são perceptíveis. Na produção do anime, o estúdio Mappa utilizou técnicas profundas de iluminação e traçado de raios, evidenciando sombras, reflexos e outros aspectos técnicos com primor.

1. Muitas reviravoltas

(Fonte: Mappa / Reprodução)(Fonte: Mappa / Reprodução)Fonte:  Mappa 

A temporada de pouco mais de 20 episódios foi planejada para não deixar o espectador interromper a experiência. Os capítulos possuem alto nível de continuidade e geralmente se concluem com grandes reviravoltas, motivando os fãs a permanecerem assistindo. Todas as lutas possuem tendências a seguirem um caminho, mas as particularidades dos personagens sempre deixa margem para surpresas.



TecMundo