Na manhã de quinta-feira (15), a rainha do pop, Beyoncé, anunciou uma parceria com o TikTok através de uma compilação de vídeos dos seus fãs dançando o single “Break My Soul”, considerado o hino dos desempregados da pandemia — e também dos empregados insatisfeitos —, ou seja, muita gente.

A artista, que é recordista absoluta em maior número de prêmios Grammy já conquistados por qualquer cantor, homem ou mulher, deixou um recado para os seus fãs na plataforma de compartilhamento de vídeos curtos: “Ver vocês soltarem o rebolado me deixou tão feliz! Muito obrigado por todo o amor por BREAK MY SOUL! – Amor B”, escreveu ela.

Como Beyoncé participará do TikTok?

@beyonce Seeing y’all release the wiggle made me so happy! Thank you so much for all the love for BREAK MY SOUL! – Love B —#RENAISSANCE #BREAKMYSOUL ? BREAK MY SOUL – Beyoncé

Logicamente, “Break My Soul” já havia inundado o TikTok bem antes de a cantora fazer sua entrada na plataforma. Mas a chegada de Beyoncé significa que todo o seu catálogo estará disponível oficialmente na rede social, para que as pessoas possam usar livremente as músicas com sons de apoio para suas criações e coreografias pessoais, afirma a Variety.

Liberar “Break My Soul” também impulsiona o lançamento do sétimo álbum solo de Beyoncé, “Renaissance”, que deve chegar em 29 de julho. Eclético, o áudio terá diversas faixas dançantes e até mesmo música country. Além de reeditar parceria com o compositor Ryan Tedder, co-autor de “Halo”, de 2008, a coletânea traz sucessos de Adele, Taylor Swift, Jonas Bros e OneRepublic.

A entrada de Beyoncé no TikTok amplia exponencialmente a presença da artista nas redes sociais. Hoje, ela tem impressionantes 268 milhões de seguidores no Instagram, 56 milhões no Facebook, quase 25 milhões de assinantes no YouTube e 15,5 milhões no Twitter.



TecMundo